Monitoramento e observabilidade: quais as diferenças e por que adotá-los? 

Os sistemas e aplicativos em produção podem apresentar falhas devido a diversos motivos. Independentemente do esforço dedicado, sempre há a possibilidade de […]

10 julho, 2023
Monitoramento e observabilidade: quais as diferenças e por que adotá-los? 

Os sistemas e aplicativos em produção podem apresentar falhas devido a diversos motivos. Independentemente do esforço dedicado, sempre há a possibilidade de erros ocorrerem nesse contexto. Nesse cenário, monitoramento e observabilidade são importantes para identificar rapidamente tais problemas. 

É crucial preparar os componentes de seus softwares de forma eficiente para garantir sua observabilidade, pois caso contrário, a solução de problemas em produção se torna mais difícil. Ainda assim, mesmo um sistema que é observável não terá todas as respostas para as falhas presentes. 

Nesse sentido, é essencial compreender o monitoramento e observabilidade para examinar seus dados e determinar a sua utilidade. A capacidade de observação traz informações precisas para ajudar a solucionar os problemas conhecidos e os desconhecidos na produção. 

Para auxiliá-lo a entender mais sobre o assunto, a Vericode elaborou este artigo para explicar as diferenças entre esses conceitos e destacar a importância de adotá-los. Boa leitura! 

Monitoramento observabilidade: quais são suas diferenças?  

A complexidade de sistemas e softwares atuais tem aumentado de forma considerável. A necessidade de um modo abrangente de depuração e de diagnósticos de problemas é mais evidente do que nunca, sobretudo em sistemas distribuídos. Felizmente, as ferramentas em nuvem permitem o provisionamento fácil de novos ambientes, a implantação e gestão de softwares modernos. 

Tradicionalmente, uma combinação de monitoramento e testes é usada para lidar com falhas previsíveis. No entanto, essa abordagem é pouco eficiente quando se tratando de falhas imprevisíveis. É nesse contexto que a observabilidade desempenha um papel fundamental. Ela é baseada na teoria de controle, que aborda como inferir o estado interno de um sistema pela análise de sua saída. 

No que diz respeito ao monitoramento e observabilidade, a última é um conceito posterior ao primeiro, e suas distinções podem ser confusas para as equipes de desenvolvimento. Por isso, a seguir, iremos apresentadas as funcionalidades de cada um. 

Monitoramento  

O monitoramento é o processo de coleta, análise e apresentação de informações sobre um sistema, rede ou processo. Ele envolve o uso de diversas ferramentas e técnicas para obter dados em tempo real ou retrospectivamente. O monitoramento é um recurso poderoso, que permite que os administradores e/ou usuários acompanhem e compreendam o desempenho e o comportamento do que está sendo analisado. 

 O monitoramento é uma prática comum em diversos setores, como TI, manufatura, energia e transporte. Ele ajuda a identificar problemas, falhas ou tendências indesejadas, fornecendo alertas e relatórios que possibilitam a tomada de decisões adequadas para a manutenção, otimização ou solução de problemas. 

Observabilidade  

Por sua vez, a observabilidade é uma evolução do monitoramento, buscando uma abordagem mais abrangente e proativa para entender o funcionamento de um sistema, rede ou processo. Enquanto o monitoramento tradicional coleta dados sobre o estado atual desse sistema, rede ou processo, a observabilidade vai além, fornecendo uma visão mais ampla e detalhada para melhor compreensão do usuário.  

A observabilidade é uma prática que permite que um sistema seja facilmente compreendido e diagnosticado. Ela busca agregar contexto e inteligência às informações coletadas, permitindo que os usuários obtenham insights valiosos sobre o comportamento e desempenho do sistema analisado. 

Para alcançar a observabilidade, é necessário utilizar técnicas como rastreamento, registro de logs e métricas personalizadas. Além disso, é importante adotar ferramentas e plataformas que forneçam análise avançada e visualizações intuitivas, facilitando a identificação de padrões e problemas. 

Monitoramento e observabilidade quando adotá-los? 

Como podemos perceber, a principal diferença entre monitoramento e observabilidade está justamente na abrangência e no foco. O monitoramento fornece uma visão específica e limitada do sistema, enquanto a observabilidade traz uma compreensão mais ampla e profunda. 

Além disso, o monitoramento é mais reativo, baseado em alarmes e alertas para identificar problemas após eles ocorrerem, a observabilidade é uma prática mais proativa, fornecendo as informações necessárias para antecipar e prevenir problemas antes que eles afetem negativamente o sistema. 

O monitoramento é uma parte fundamental da observabilidade, fornecendo os dados básicos necessários para entender um sistema. A observabilidade vai além, já que agrega contexto, inteligência e análises avançadas para permitir uma compreensão mais completa e profunda do sistema em questão. 

Em empresas menores, com infraestrutura mais simples, pouco distribuída, uma solução de monitoramento atende bem essas necessidades. Já a observabilidade é ideal para ser aplicada em infraestruturas mais complexas e distribuídas. 

Vale a pena dizer também que quem adota a observabilidade, sempre adota o monitoramento. Existe o monitoramento sem observabilidade, mas nunca a observabilidade sem o monitoramento.  

Conte com a Vericode na análise dos seus sistemas!  

Agora que você entendeu mais sobre monitoramento e observabilidade, é importante saber que a Vericode oferece soluções e serviços de última geração, como os dashboards Grafana – um dos stacks de monitoramento e observabilidade abertos e integráveis mais conhecidos do mundo – para atender todas as suas necessidades. Monitoramos e observamos a performance de softwares, além de identificarmos falhas em sistemas através de um processo de detecção e resolução de problemas de desempenho. 

Lembre-se de que o objetivo final de qualquer empresa é criar sistemas resilientes e aplicativos modernos que estejam disponíveis com alta disponibilidade. Por isso, a Vericode tem como objetivo encontrar anomalias e identificar seus efeitos negativos durante a execução de software em produção.  

Como podemos perceber, monitoramento e observabilidade estão intimamente relacionados, por isso é fundamental ter ambos se você deseja construir sistemas confiáveis. 

Gostou deste texto? Então, saiba como otimizar a eficiência da sua empresa baixando nosso e-book sobre SRE e observabilidade!  

Compartilhe este artigo

Fale com a Vericode

Precisa de um especialista em criar soluções digitais para sua empresa? Agende um contato de negócios e fale com um Vericoder. Iremos lhe apresentar uma proposta de negócios atraente e de alto impacto.

Contato de negócios

Inscreva-se em nossa newsletter

Newsletter da Vericode sobre assuntos de engenharia de software de alto desempenho, metodologias de QA, testes e transformação digital.

Quero receber conteúdos exclusivos
pt_BRPT